Stranger Things

12 de setembro de 2016

Série nova pra conta!

O Netflix estreou Stranger Things e na mesma semana eu ouvi umas 5 pessoas falando que era inacreditável. Que eu tinha que ver.

Demorei um pouquinho para dar play e ouvi mais um tanto de gente indicando. Povo completamente apaixonado. Era uma temporada pequena, só 8 episódios, resolvi começar.

Fui com tanta sede ao pote, que o primeiro episódio me frustrou um pouco. Não ameeeeeeei como tava preparada/esperando amar.

A história se passa em 1983, numa cidadezinha pacata americana. Começa com o sumiço de um menino e o aparecimento de uma menina. O núcleo protagonista é composto por 4 crianças maravilhosas além de Winona Ryder (falaremos dela jajá!) e isso é a melhor parte do filme porque eles foram MUITO bem escalados.

A série toda acontece com a amizade dessas crianças como pano de fundo, e elas dão show. O trabalho dos meninos é impecável. E a menina, a única menina no time que vem com poderes sobrenaturais (isso você também já vê no primeiro episódio!) também arrebenta e ela quase não tem texto. Vem tudo no olhar.

É uma mistura de ficcao cientifica com pitadas de horror sobrenatural. E no meio de tudo isso você assiste um tanto de assunto tratado: distanciamento entre pais e filhos, perda da inocência, descobrimento do amor, frustrações, medo…

E ainda tem Winona Ryder totalmente entregue aqui. Muito bom ver o que ela faz como a mãe do menino desaparecido. Gostei muito.

Confesso que em alguns momentos achei meio longo, arrastado. Lá pelo quarto episódio começou a acontecer mais legal pra mim, no final arrastou um tantinho de novo. Mas não tem como dizer que não é bom mistério. Não ameeeeei como a maior parte das pessoas, mas gostei muito!

E certamente verei a segunda temporada!

  • Facebook
  • Compartilhe

Curta - Julia Faria

Curta

Comentários


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/juliafaria/www/wp-includes/functions.php on line 3734

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/juliafaria/www/wp-includes/functions.php on line 3734