Top 10: Restaurantes em Paris

17 de agosto de 2017

Comer, comer, comer e comer!

Foi o que mais fiz nessa minha última viagem para Paris. Que delícia! Usei vocês de desculpa e saí atrás dos restaurantes novos da cidade e dos antigos que eu já amava e tava louca pra matar a saudade. Resultado? Nossa lista dos top 10 favoritos atualizada aqui no site (fiz uma em 2014!) e mais um vídeo pro canal pra encher a gente de água na boca!

Prontos?

Esse foi meu número 1 da lista nessa viagem. É novo, de uma rede babado, diz que o japa deles é maravilhoso também, mas tava fechado porque estamos em agosto. E o que acontece em agosto? Ponto importante pra você, turista, pensando em ir pra Paris: AGOSTO é o mês de férias deles, então todos os franceses viajam e váaaaarios estabelecimentos fecham. Portanto, se for pra lá em agosto como eu, prepare-se para se frustrar e bater com a cara na porta algumas vezes.

Agora voltando pro Marcello, é restaurante italiano maravilhoso. Não sei o que acontece comigo, que não importa em que lugar do mundo eu esteja, italiano é sempre minha primeira opção. Nada me agrada mais do que um bom vinho e um burrata, e ATENÇÃO: como a MELHOR BURRATA TRUFADA DA MINHA VIDA nesse lugar. Apenas a coisa mais maravilhosa do mundo!

Eles tem uma garçonete brasileira maravilhosa chamada Melissa (quem der play no vídeo no final do post vai conhecer!) que ajuda a combinar vinho, indica pratos e conta boas histórias. A massa trufada também é de chorar e a cheesecake alegria pura. Ou seja, próxima vez que voltar a Paris, certamente será o primeiro que irei voltar!

Ah, eles abrem o dia inteirinho, vai de brunch até drinks pós jantar e tem uma área externa deliciosa.

Apenas vá que não vai se arrepender! 😉

SITE: http://marcello-paris.com/

Outra coisa maravilhosa que descobri nessa viagem. É novíssimo em folha, abriu em janeiro desse ano e também é italiano, mal aê, é mais forte do que eu! 😉 Mas t-o-d-o-s os meus amigos parisienses que sabem das coisas me indicaram esse lugar. É o lugar da vez, sabe assim? Por isso já começo dizendo pra você reservar antes e caso não consiga (foi nosso caso!) aparecer lá na cara e coragem. Esperamos quase uma horinha tomando um belo vinho no bistrô da frente. E olha que fomos numa segunda-feira qualquer, no horário de almoço e tava l-o-t-a-d-o.

São cinco andares. É imenso. Supercool. Decoração lindademorrer. E só gente legal. Agora vamos pro que mais importa, a comida: muito, muito, muito gostoso!

Comi uma massa com burrata deliciosa e na mesa as amigas pediram o steak tartar e a massa trufada. Todo mundo saiu de lá suspirando! Felizes e satisfeitas.

Prontos pra melhor parte? Eles tem uma pizza de nutella de sobremesa, que, vem com um balde de nutella aquecida no centro da mesa (tipo fondue) pra você ir molhando a pizza.

Preciso dizer mais alguma coisa?

SITE: https://www.bigmammagroup.com/fr/trattorias/pink-mamma

Sou louca-alucinada no Ferdi. Me indicaram quando fui a Paris pela primeira vez na vida dizendo que era o melhor cheeseburguer da cidade e realmente é o melhor cheeseburguer da cidade.  Não que eu tenha provado todos, longe disso, mas depois de ter provado esse, não quis comer em mais nenhum lugar.

É assim, um restaurantico pequenino, dentro de um antiquário, que não reserva e sempre tem filas imensas na porta. Antigamente eles só abriam final de semana. A notícia boa é que agora abrem de segunda a segunda. A ruim é que fecham o mês de agosto inteiro para férias, ou seja, dei com a cara na porta dessa vez. :/

Agora se você der sorte e sentar pra comer, não deixe de pedir o churros de sobremesa! Por favor!

SITE: http://www.ferdi-restaurant.com/

O Kong tem o melhor dos mundos: comida maravilhosa, gente legal e experiência! Tem tudo que um restaurante precisa ter pra ser completo, na minha opinião.

Fica no último andar de um prédio e é todo de vidro, ou seja, você vê Paris inteira dali. No por do sol é a coisa mais linda! E se você for em um dia badalado (feriado, final de semana, etc.) corre risco de pegar eles virando meio baladinha no final da noite. A música vai subindo, as pessoas levantam das mesas, é uma delícia. Agora não sei quando exatamente isso acontece, porque fomos jantar dessa vez numa terça-feira de agosto, que é o mês mais parado de todos na França (tipo o nosso janeiro) e estava bem tranquilo o restaurante e a música no bar nunca aumentou.

Fora o fervo que você pode ter a sorte de pegar lá, pra turma que gosta de fervo, né, a comida agrada todo mundo. O cardápio é contemporâneo mas tem de um tudo. E tudo é muito bom. Eu sempre como a massa trufada ou o black cod. Amo, amo, amo, amo.

SITE: http://www.kong.fr/_en

Eu não amoooooo a comida do Derriere. Amo o lugar, mas não amo a comida.

Uma amiga disse que meu problema é que só fui lá pra jantar. Que o bom mesmo é ir para o brunch de domingo. Que é delicioso e cheio de gente linda. A verdade é que eu não curto a comida mas volto sempre lá porque realmente tem muuuuuita gente linda e o restaurante é bem cool.

A sensação é de estar entrando em uma casa. São cômodos e as mesas espalhadas por todos eles. Então pode ser que você coma na cama, na mesa do escritório ou na biblioteca, sabe assim? Vale muito a experiência. É bem bem bem legal. E da próxima vou experimentar ir no brunch pra ver se dou mais sorte com a comida.

SITE: http://derriere-resto.com/restaurant/paris/derriere/menus/

Clichê maior do mundo, eu sei! Será que vocês todos já conhecem o L’Entrecote? Me contem nos comentários?

Já tem em São Paulo e no Rio de Janeiro tem tempo, então mais fácil de já conhecer, né? E tem gente que tem um preconceito porque é de turista e tal, mas assim, eu sonho com a comida deles. S-O-N-H-O real!

Caso alguém ainda não conheça, vou explicar: o cardápio é fechado. Não tem menu. Você já chega sabendo o que vai comer. Eles servem uma salada verde da casa, com um molhinho deles nada demais (acredite em mim, você não estará lá pela salada!) e te perguntam que ponto você quer a carne. Aí, minha gente, prepare-se para momentos únicos de prazer.

Vem exatamente esse prato aí em cima. A carne (no ponto que você pediu) com o molho deles que não sei explicar o que é (apenas sinto!) e fritas francesas da melhor qualidade. Diz que esse L’Entrecote foi o primeiro do mundo. Já ouvi algumas pessoas falando. Se é verdade, não sei, mas hoje tem em milhares de lugares e eu SEMPRE vou em Nova York, São Paulo e Rio. Mas confesso que comer em Paris tem gostinho especial.

É bom demais da conta!

SITE: https://www.relaisentrecote.fr/

O restaurante fica no pátio do Hotel Costes. Iluminado, cheio de plantas, garçons lindos-maravilhosos e comida impecável. Eu AMO ir pra lá sem hora pra ir embora e a burrata também é especial. Pra variar, eu sempre provo a burrata. Indico a massa deles também que vale cada centavo!

SITE: https://hotelcostes.com/en/costes/22/restaurant-bar/23/restaurant-terrace/

Não tem como não colocar o L’Avenue na lista. É o fancy tem que ir, sabe? Pode apostar que vai encontrar pelo menos duas mesas de brasileiros por lá. E tudo bem. Procure sua mesinha na varanda, se aconchegue e gaste umas horas tomando um vinho e olhando Paris passar. AMO!

A comida é gostosa (nada extraordinário!) e o preço salgadinho. A gente paga pelo tanto de gente famosa que já foi fotografada ali e hypou o lugar. Mas o ambiente é tão agradável, que a experiência toda é bem boa. Acho que não teve uma vez que fui a Paris que não passei por lá.

SITE: http://www.avenue-restaurant.com/

Mais um que assusta a turma que tem pavor de restaurante pega-turista! Mas como eu sou louca-alucinada por trufa, tô nem aí. Me jogo mesmo. E se você curte trufa, vá! Nem pense!

É um restaurante mais silencioso, zero badalado, é ir pra comer mesmo. E pra comprar umas coisinhas! Eles tem um mercadinho mara com azeites trufados, queijos e temperos pra levar pra casa.

SITE: http://www.maison-de-la-truffe.com/en/

E por último, mas não menos importante, o Cafe de Flore. 🙂

Sorrio só de escrever o nome desse lugar. Acho que deixei por último na minha lista porque fiquei focada nos restaurantes, e o negócio aqui é café. Sanduíches e tal. Croque-Monsieur divino. Fui também na primeira vez que estive em Paris e SEMPRE volto.

Fui porque sabia que era o café que o Sarte e Simone de Beauvoir frequentavam. Passavam tardes e tardes ali tomando café e escrevendo. Tanto que a praça hoje leva o nome deles. E o mundo tomou conhecimento disso num nível que virou meio ponto turístico e supervalorizou total o preço do cardápio. Mas ainda assim vale a pena.

Vá pelo menos uma vez para conhecer! Tenho um apego imenso com esse café!

SITE: https://cafedeflore.fr/menu/?lang=en

Ufa! Foi! 10 amores gastronômicos pra minha (nossa!) lista!

Teve vlog pro canal durante meu tour nos restaurantes para atualizar minha lista de favoritos. Só dar play:

Sintam-se a vontade para incluir endereços ou sugerir pratos e/ou impressões dos lugares listados aqui nos nossos comentários. A casa é nossa!

E já não vejo a hora de voltar para Paris para poder (re) começar essa lista de novo. E de novo. E de novo. E…

Au revoir, Paris!

  • Facebook
  • Compartilhe

Curta - Julia Faria

Curta

Comentários


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/juliafaria/www/wp-includes/functions.php on line 3721

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/juliafaria/www/wp-includes/functions.php on line 3721